Como ficar em primeiro lugar no Google por vários anos – Primeira parte


Durante os últimos 3 anos, a KingHost esteve em primeiro lugar absoluto no Google ao buscar por hospedagem, hospedagem de sites, entre outros termos relacionados.

Foi alvo de muitos cases, muitas perguntas, e muita inveja. Muitos se perguntavam: como eles conseguem, o que eles fazem “de errado”, já que tradicionalmente acreditavam que era impossível estar em primeiro lugar – por 3 anos seguidos – fazendo tudo “certo”.

Pois bem. Há aproximadamente 20 dias, descobrimos algumas falhas em nosso processo de rankeamento que poderiam ser consideradas “black hat”, ou, práticas não aconselháveis pelo próprio Google, mas usadas por muitas empresas e passíveis de interpretação.

Hoje meu intuito é passar este conhecimento adquirido por 10 anos – dez anos – em posicionamento de sites. Pessoalmente, a KingHost não foi meu primeiro case… é a evolução de vários sites em que já trabalhei e da minha vivência com Internet desde 1997.

Nesta série de artigos, vou me ater ao Google, que representa mais de 70% das buscas no Brasil. Então vamos às dicas de ouro -> grave, difunda E COMENTE!!!

  1. Regra de bronze: apenas coloque em seu site, links para sites que não possam ser considerados “maus” pelo Google, seja eticamente, ou seja no seu conteudo. Se você precisar linkar para sites “maus”, coloque a tag “nofollow”: <A href=”http://…” rel=”nofollow”>site mau</a>. Assim, você estará dizendo ao robô do Google que você linka para o “site mau”, mas não recomenda ele dentro do sistema de pagerank. Não levem “site mau” ao pé da letra… pode ser qualquer site, mas que você não queira dar seu voto de pagerank para ele.
  2. Cuide para que sites maus não façam links para você. Através do Google Webmasters (www.google.com/webmasters/tools/dashboard?hl=pt-BR), quais sites linkam para quais páginas suas.
  3. Não participe de “link farms”, sistemas de trocas de links automáticas. O Google não gosta disso.
  4. Incentive usuários do seu site e empresas afins ao conteúdo do seu site a linkar o seu site. Sites afins, com indicações afins, valem MUITO. Cuidado com a recíproca… vou falar disso em outro dia.
  5. O que vai dentro do link: se você quer ser reconhecido por “telhas amarelas”, você deve ter muitos links apontando para o seu site com o texto “telhas amarelhas”. Exemplo: <a href=http://www.sitedojoao.com.br/>telhas amarelhas</a>. Não importa o nome do seu domínio, ele é totalmente irrelevante para você ser bem posicionado se for feito um bom trabalho com palavras-chaves.
  6. O Google gosta de <h1> e <strong> dentro do link… Exemplo: <h1><a href=http://www.sitedojoao.com.br/><strong>telhas amarelhas</strong></a></h1>. H1 é um header antigo, mas que significa que este é o principal assunto da página. Com css pode-se mudar um pouco o seu modo de atuação para não ficar destoado na página. Strong tem o mesmo efeito que “<B>”, mas, segundo centenas de artigos que já li durante estes 10 anos, é preferível para este objetivo.
  7. Nestes 10 anos de atividade, Já li mais de duzentos artigos, passei noites traduzindo textos em inglês, devorei livros, fóruns e me considero um especialista na área. A palavra-chave Hospedagem possui mais de 17 milhões de concorrentes, o custo do anúncio nesta palavra ultrapassa R$ 2,00 por clique (por clique, não por venda). A KingHost ficou em primeiro nesta palavra a partir do seu terceiro mês de criação. Quando se passa dos limites, o Google aplica uma penalização (ao site penalizado apenas, rebaixando algumas posições)… e com isso, aprendi o limite, e irei passar aos leitores do nosso blog nesta trilogia. Os segredos? Estarei contando em uma série de 3 artigos… 30 dicas únicas, sem igual no mercado, que eu aprendi sem nenhum curso pago, apenas fazendo e experimentando, e por isso me reservo no direito de divulgá-las.
  8. O TÍTULO… pelo amor de Deus, ESQUEÇAM AS METATAGS. Voltarei a elas no próximo artigo – elas têm seu 1% de importância. O TÍTULO MANDA! O título é o REI DO GOOGLE! Não interessa pro Google se a tua empresa localizada em Rio Bonito se chama “Wolfburg concessionária Volkswagen”… o que interessa é que a Wolfsburg VENDE CARROS. Logo, o título para a página principal desta concessionária seria: “CARROS VOLKSWAGEN Wolfsburg em Rio Bonito”. Se você é “das antiga”, traga o conceito da META-TAG para o Título… ele vale OURO. O nome da empresa é relevante… mas bem pouco relevante… interessa(m) a(s) palavra(s) pela qual(s) você quer ser encontrado. Outro exemplo: “Veículos Volkswagen – Carros em Rio Bonito na Wolfsbur”. Lembre-se de colocar títulos diferentes em cada página do seu site. O GOOGLE ODEIA títulos iguais em páginas diferentes… isso é atitude de preguiçoso que foi no “copiar e colar” e não se deu o trabalho de dar um nome, um RG, um TÍTULO diferente para cada página.
  9. Em penúltimo, mas não menos importante, onde seu site está hospedado? Muitos dizem que não faz diferença, outros, dizem que faz… EU DIGO QUE FAZ. Fatores: um site hospedado em servidores no Brasil será reconhecido pelo Google como um site do Brasil nativamente. O Google sabe quais IPs pertencem ao Brasil e por isso consegue classificar teu site naturalmente como Brasileiro, aparecendo com relevância nas buscas nacionais (www.google.com.br). Vou mais fundo: os links que o teu site recebe também são relevantes. Se um site também hospedado no Brasil linka para o teu site, este link tem alta relevância, pois é um site com IP Brasileiro indicando outro site com IP Brasileiro. O resultado desta conta é que você receberá um ranking diferenciado nas buscas nacionais. Se você tiver muitas indicações “fora do Brasil”, ou seja, em sites internacionais, você estará bem rankeado no “www.google.com”. É possível notar a nítida diferença em sites que utilizam algumas das técnicas que escrevi neste artigo de hoje, que são consideradas gray hat (chapéu cinza, ou seja… questionáveis). Um site hospedado no Brasil é indexado pelos robôs do Google que atuam através dos Links próprios que o Google mantém no Brasil, sendo com as principais operadoras (incluindo Intelig), além do PTT-SP e PTT-ANSP. Assim, concluindo, um site hospedado no Brasil terá maior relevância nas buscas realizadas no www.google.com.br. Agora, se o teu site é para o público brasileiro, e está hospedado “nos Estados Unidos”… não se preocupe, este é apenas um fator que facilita o teu site estar melhor colocado que concorrentes teus, não quer dizer que o teu site não vai ser encontrado pelo Google!!! Faz diferença o teu site ser .com.br ou .com? Falo no próximo artigo.
  10. Por último neste artigo, abordando também o quesito hospedagem de sites. Na parte técnica mesmo. Durante os últimos meses, tivemos um problema técnico que fez com que nosso site fosse desindexado por 1 semana… motivo? Alguns IPs de robôs do Google havia sido erroneamente bloqueado pelo nosso firewall e com isso ele parou de indexar o site da Kinghost exlusivamente (clientes não foram afetados). A partir daí, foram tomadas algumas atitudes, entre elas, permitir livre acesso aos IPs do Google aos servidores da KingHost. Se o seu site tem quedas constantes, ele pode estar tento a indexação prejudicada, pois o Google pode ter problemas para acessar o seu site. E se ele não acessar… em algum tempo ele te desqualifica. O Google Webmasters lhe dirá isso. Na KingHost, investimos exaustivamente nos últimos meses para colocar no ar novas plataformas destinadas a sites de alto tráfego usando Lighttpd. Sites que antes oneravam outros clientes, agora rodam em processos isolados, de modo rápido e em segurança. Os índices de estabilidade dos servidores web supera os 99,8% na última semana. Isso também agiliza o rankeamento do seu site no Google. A KingHost, através do PTT-SP, possui link direto com os robôs de indexação com o Google. São 1 Gbit de link (1024 Mbits) com 10% de ocupação, ou seja, servidores estáveis + link abundante = indexação e bom rankeamento garantido possível (nada é garantido).

Por enquanto é isso… sinceramente, tenho muito mais para colocar, espero conseguir em apenas 30 tópicos. É realmente muita informação e muito dela, exclusiva.

Participe, comente!

Comentários

comentário(s)

65 Comments

Add yours
  1. Michel Wilhelm

    EXCELENTE post!
    Quanto aos meta, já havia percebido, então recriei meus sistemas para poder sempre alterar o título do website, e tenho visto que muitos acessos que entram no website, são do Google, de buscas realizadas por usuários interessados no meu conteúdo e não no website.

    🙂

    Quanto a hospedagem no Brasil e fora, nunca tinha percebido este fato, e gostei muito, ainda bem que estou com a KingHost!

    Espero ansiosamente pelos próximos posts!

    Abraço!

  2. Luiz

    Mas é certo ter sites como o PizzaGratis linkando vocês? Estou pensando em comprar o dominio PizzaDeGraca para ver se consigo deixar meu site em primeiro lugar também.

  3. admin

    Luiz,

    O PizzaGratis foi um projeto de pesquisa de graduação em comunicação que visava verificar quantos acessos ele geraria sendo floodado como referer em estatísticas de outros sites. Como pode perceber, ele está no mesmo classe-c que o site da KingHost e outros sites da Cyberweb, ou seja, isso não influi em pagerank ou links de entrada…

  4. Blogando 2.0

    Lendo seus artigos eu concluo que fiz uma cagada só no meu site, confesso que exagerei nas regras de seo e em 12 meses de criação de conteúdo para pessoas eu não consegui agradar ao google, cometi erros e agora tentarei repará-los, pois eu estava com quase 1000 acessos diários e agora não passo dos 200, agradeço muito a vc por abrir meus olhos com este excelente artigo.

  5. Marcello Mauna

    Formidável a maneira de abordar esse assunto. Em meia hora de leitura aprendi coisas que não encontrei lendo 2 semanas do Guide Line do Google. Qual a sua opinião sobre utilizar classificados free, como OLX para divulgação de produtos e serviços? Seria considerado Grey Hat eu fazer a publicação de um mesmo anúncio em todos os sites do OLX (Todos os Países), mesmo sendo um produto que tem público diversificado, que pode estar presente em todo o mundo? Depois de 2 dias anunciando em sites de classificados mundo a fora, notei um melhor posicionamento referente a algumas palavras-chave, isso teria um efeito relâmpago? Qual a sua opinião?

    • admin

      Marcelo, voce pode considerar o uso de anuncios em classificados free uma maneira de divulgar mais a sua marca, nao o seu link. Divulgando a marca, consequentemente, as pessoas clicarao mais facilmente no teu link nas buscas do Google.

      • danielmattoso

        Marcello, acho legal usar ferramentas free. Mas por exemplo, temos que tomar cuidado com o tráfego sem qualidade, aquele que acessa para ver uma noticia ou produto, mas não explora mais o nosso site (ou do cliente), e assim faz aumentar a taxa de rejeição.

  6. Marcello Mauna

    Excelentes dicas! Obrigado pela transparência e compartilhamento dessas informações. Já como estamos falando principalmente do Google e temos várias ferramentas dentro dele que nos permitem gerar links para nossos sites, gostaria de fazer uma pergunta relacionada ao Google Maps. Se for cabível a esse tópico, claro. Quando entro na central de negócios do Google maps para cadastrar meus mapas e sites, tenho uma dificuldade em um domínio específico, que fica sempre aparecendo a mensagem ¨Sinalizado¨, informando que está aguardando a verificação de conteúdo. Mas isso já faz 2 meses e não muda o Status. Já tentei fazer o anuncio com outros domínios que tenho para o mesmo site e não dá certo. você teria alguma dica para a solução deste problema? Thanks.

  7. Airton

    Tenho meu site hospedado na King Host
    a algum tempo e sempre quando precisei de surporte, o tive com excelência, o pessoal sempre disposto a ajudar e resolver o problema. Portanto só poderia partir de vocês da King Host uma matéria como está com dicas de um profissional com mais de 10 anos de janela no assunto SEO e que é de grande valia oferecer aos profissionais que desenvolvem a Web, parabens!!!

  8. Fernando Medeiros

    Parabens,

    Muitos blogueiros ganharão muitas posicoes no google com essas informações.

    Em relação a dica numero 2:
    “Cuide para que sites maus não façam links para você. Através do Google Webmasters (www.google.com/webmasters/tools/dashboard?hl=pt-BR), quais sites linkam para quais páginas suas.”

    Teria como ser mais específico ? como podemos evitar esse tipo de link dos outros sites/blogs ?

  9. elziane

    Sabe tudo heim? também hospedo no kinghost e nunca tive problemas…muito prestativos..Parabéns! Ao pessoal dos comentários acima que não leram, recomendo o livro "O QUE A GOOGLE FARIA", muito bom! Gostaria de saber ainda de dicas para comprar palavras no google tenho duas empresas uma de criação de peixes (alevinos) e outra Pesqueiro e ainda estou tentando montar um blog mas com muita dificultade. Vou continuar acompanhando vcs pois deve vir muito mais dicas por ai…

    Obrigada e Abraço!

    • Kinghost

      Olá Nara,

      Para que possamos entender a sua demanda específica, por gentileza, contate nosso suporte para que possamos lhe auxiliar de melhor forma!

      Equipe KingHost

  10. Andre Luis Andrade

    Isso aí, concordo plenamente com tudo! Tenho 15 anos de experiência web e também vi todas as mudanças que ocorreram com o passar dos anos. Desde 2009, as mudanças tem sido agressivas, e a cada 6 meses, pelo menos, tem que se manter atualizado, pois o Tio Google vive inventando moda. Se preparem para a próxima, que é transformar a busca em um formato ainda mais orgânico, trabalhando com Semântica.

    Cuide de seu site, faça conteúdo, não use muitas imagens, use Webstandard,… Use SEO!

    Boa sorte à todos!!!

  11. Lucas

    Olá gostei muito das suas dicas mas procurei procurei e na no google, a questão seria se é bom utilizar esses codigos <div na construão de um site, Obrigado.

  12. Amanda

    Muito proveitoso a leitura… Vou procurar sobre hospedagem de site, o meu é hospedado nos EUA e na minha cabeça seria melhor pelo fato do cerebro do google ser la. Equivocado eu estou. Muito obriga e vou seguir voce.

    • Kinghost

      É difícil determinar em quanto tempo o seu pagerank vai melhorar, mas é com base nestas dicas que ele é estruturado! É só se empenhar que você vai ver os resultados sim! =)

+ Leave a Comment