E se os personagens de GoT fossem linguagens de programação?


A provocação é a seguinte, se personagens da série fossem linguagens de programação, qual linguagem seria o seu personagem preferido? Por quê? Nós fizemos nossa pesquisa e vamos colocar 5 palpites abaixo, mas fique à vontade para complementar essa lista!

A propósito, antes de começarmos, você conhece a linguagem de programação inspirada pela série Game of Thrones? 😀

“Escrita em JavaScript e executada via Node.js, Hodor é uma linguagem para todos. A Hodor não discrimina, não importa se você é um codificador do norte ou de Dorne, da casa Arryn, Lannister, Martell ou Tyrell. Hodor não conhece lealdade aos programadores que reverenciam os Sete Reinos, os Deuses Antigos ou o Senhor da Luz. Hodor é simplesmente uma linguagem de programação para todos, seja do continente Westeros, Essos ou do mundo moderno.”

O clássico Hello World feito em Hodor:

bemvindo

 😉

Agora confira a nossa lista de personagens de GoT vs linguagens de programação

Ned Stark seria C

Honesto, confiável e um dos mais velhos nas imediações. Ele faz tudo de maneira tradicional, mesmo se isso o levar a complicações. Muito poderoso, porém, exige muito trabalho braçal para aproveitar todo o seu potencial.

Daenerys Targaryen seria C++

Vem de uma família antiga, porém não é tão boa como seus antepassados. Embora já tenha sido popular, lentamente perde seu espaço para outras linguagens (leia-se Java).

Jon Snow seria JavaScript

Uma mistura de linguagem orientada a objetos com C++ e  C, muito popular e poderoso. Praticamente todo mundo adora ele. Versátil, simples e rápido, esse jovem protagonista é sempre focado na satisfação do cliente. No entanto, ao observá-lo podemos ficar um pouco nervosos, o problema é que ele atrai o perigo, está sempre lidando com falhas de segurança e tentando proteger a muralha.

Arya Stark seria Python

Leve, poderosa e ambiciosa, ela é voltada às aspirações de alto nível. Ainda não atingiu o seu potencial pleno, mas tem um futuro promissor.

Cersei Lannister seria SQL

Ok, utilizaremos uma “licença” aqui, já que o SQL não é exatamente uma linguagem de programação. Dito isto, ela é autocentrada, inteligente e poderosa. Com comandos simples, ela pode ter acesso a qualquer informação que desejar, remover qualquer coisa que não queira mais no seu caminho e gerenciar todo o reino com facilidade. Estando em seu ambiente estruturado, ninguém poderá ignorar suas ordens, ela está ligada a tudo o que acontece. É claro, todo esse poder nem sempre será utilizado para o bem geral da nação.

Curtiu a lista? Caso tenha sentido falta de algo, adicione abaixo seu personagem e qual linguagem de programação ele seria.

  • Não perca o Conexão Kinghost deste ano! Com nomes como Fabio Akita – Evangelista da comunidade Ruby on Rails e Agile – e Guilherme Camillo – Full Stack Web developer, o evento vai estimular uma nova visão para os profissionais que trabalham com diferentes tecnologias web.
Leonéia Evangelista

Leonéia Evangelista

Analista de Conteúdo em Kinghost
é bacharel em Comunicação Digital pela Unisinos e mestre em Bibliotecas Digitais pelo programa Digital Library Learning (Erasmus Mundus). Trabalha com web há mais de 8 anos e atualmente cursa MBA em Marketing Estratégico.
Leonéia Evangelista

Últimos posts por Leonéia Evangelista (exibir todos)

Comentários

comentário(s)