Underscores e Odin: desenvolvimento de temas WP com frameworks


Assistimos a diversas palestras interessantes durante o Wordcamp2016. Sem fins lucrativos, o evento conta com o apoio da Fundação WordPress e da Automattic e acontece em diversas capitais do mundo. O Wordcamp é o lugar ideal para debater o WordPress, quem participa tem a oportunidade de aprender e compartilhar muito conteúdo sobre o CMS mais utilizado na web.

Durante a palestra de Rodrigo Brito, “Introdução a desenvolvimento de temas com Frameworks”, foram apresentadas diversas dicas práticas para quem está empenhado em aprender conceitos quanto a utilização de temas em WordPress.

Destacamos com grande consideração o primeiro comentário de Rodrigo, em que foi citada a importância de escolher um tema (seja pago ou gratuito) levando em conta suas funcionalidades e recursos. Ter essa ideia em mente é essencial para utilizar temas relevantes ao projeto em questão.

Também foi recomendado por Rodrigo que ao trabalhar com a criação de temas para o WordPress, seja por meio de Frameworks ou outras aplicações, deve-se ter conhecimento da Hierarquia de Modelos do WordPress, a qual pode ser verificada e exemplificada graficamente conforme a imagem abaixo:

Créditos da Imagem: Codex.WordPress.org  Clique para visualizar em tamanho maior.

Além disso, como dica mais prática, ele citou uma poderosa ferramenta para criação de temas, o Underscores. De acordo com seus criadores o underscore é um tema inicial (theme starter) mínimo, que deve ser trabalhado e estilizado. Não se trata de um framework ou um “parent theme” para ser estendido. Ele se torna um tema próprio, quando customizado e finalizado.

Seguem alguns links do Underscores que podem ser úteis para fins de conhecimento:

Underscores.me – Site principal do underscores.

Components.underscores.me – Subdomínio “components”, pelo qual podem ser criados temas básicos de acordo com a necessidade, seja para a criação de blogs, sites institucionais, portfólios e até mesmo revistas virtuais.

Ao concluir sua apresentação sobre o Underscores, Rodrigo mostrou outro Framework complementar. O segundo Framework citado foi o Odin, que foi criado com a finalidade de reduzir o consumo proveniente do servidor web, trabalhando diretamente do lado do cliente em suas execuções.

Segue o link oficial do GitHub em que está o repositório do Odin: https://github.com/wpbrasil/odin

Dentre os pontos mais interessantes quanto ao Odin destacamos:

  • Foi criado para ser executado em ambiente NodeJs, trabalhando diretamente na linguagem Javascript.
  • Possui ‘Live Reload’, para o acompanhamento das mudanças na página em tempo real. Para tal função o Odin utiliza o GruntJs.
  • Ele também possui uma excelente compatibilidade para a criação de temas personalizados com Bootstrap (Getbootstrap.com).
  • É um Framework de fácil personalização e estilização (.css).
  • Internamente, ele já possui um Contact Form, prevenindo a utilização de plugins extras para tal tarefa e formulários de contato.
  • É possível personalizar a taxonomia do WordPress conforme a necessidade (categorização).
  • Possui compatibilidade para a utilização do JsHint para fins de debug.

Vale mencionar que nossa estrutura possui suporte para aplicações Node.Js, para mais informações visite a página do plano Node.JS e conheça suas especificidades.

Acompanhe abaixo os slides da apresentação:

Luis Trindade

Luis Trindade

Estudante de Análise e Desenvolvimento de sistemas. Atualmente trabalha como Analista de Operações de Hosting na Kinghost.
Luis Trindade

Últimos posts por Luis Trindade (exibir todos)

Comentários

comentário(s)