Tudo para criar a identidade visual de um site perfeito


Para criar a identidade visual de um site, ao contrário do que muitos pensam, não são apenas a escolha de cores e imagens, ou logotipos e banners digitais, além de outros elementos visuais, que devem ser levados em conta.

Muitos outros aspectos, como a usabilidade, a chamada UX (User Experiência), o peso dos arquivos, a hierarquia das informações e o conteúdo dos textos (e não só isso), precisam ser cuidadosamente estudados e planejados para formarem um conjunto harmônico e que torne a experiência de navegação agradável e intuitiva, fazendo o usuário se sentir à vontade para encontrar o que precisa com facilidade e interagir de forma natural com o conteúdo do site.

Para ajudar você a entender como criar a identidade visual de um site, separamos essas e outras dicas e explicamos alguns detalhes de como usá-las da melhor maneira possível.

Como criar a identidade visual de um site

A regra “Above the Fold”

Quando você abre um site, ele se apresenta em sua tela até um certo ponto, a partir do qual você terá que usar a barra de rolagem para ver as demais informações.

Esta área visível na primeira aparição da página na tela é chamada de “Above the Fold”. E uma das regras de identidade visual para sites diz que as informações mais importantes devem sempre estar presentes neste momento, obedecendo a hierarquia das informações.

Hierarquia das informações no site

Não há como criar uma identidade visual para sites sem se atentar para a hierarquia das informações. Usualmente a primeira informação a aparecer, no topo da página, é uma chamada que descreve em poucas palavras (no máximo umas 5) o motivo daquele site existir, a vantagem que traz para você. O logotipo, muitas vezes, está próximo desta informação.

Em seguida, pode haver um parágrafo curto (2 linhas, no máximo) descrevendo com um pouco mais de detalhes a oferta daquele site.

E se o objetivo deste site é “converter” alguma ação (venda, preenchimento de um formulário, baixar um arquivo etc.) um CTA (Call to Action), uma chamada incentivando o visitante a clicar em um botão para acionar uma dessas ações, deve aparecer em destaque, em cores vivas e chamativas.

Outros elementos que aparecem na identidade visual de um site são: um menu, links para mídias sociais, depoimentos de clientes, portfólios, informações relevantes sobre a empresa e links para notícias relacionadas ao site, entre outros.

Escolhendo as cores do site

Entender qual é o significado das cores é fundamental para se construir a identidade visual para sites. O azul, normalmente, transmite tradição e confiança; o verde, crescimento e harmonia com a natureza; o vermelho pode ser excitação, paixão ou mesmo aventura; o laranja, aconchego e calor; o rosa é muito ligado ao feminino e assim por diante.

Além do significado, é importante compor uma paleta de cores harmônicas, que se complementem e transmitam a hierarquia das informações e campos do site com naturalidade.

Se você optar por usar por cores contrastantes, pode funcionar, se o posicionamento de seu site, produto ou serviço corresponder a essa percepção, como uma site de vídeo games ou de esportes radicais, por exemplo.

Velocidade de abertura do site

Ao escolher as imagens e arquivos do seu site, é importante que eles não façam as páginas abrirem lentamente. Esperar mais que 3 ou 4 segundos para isso pode fazer seu cliente desistir e retornar ao navegador em busca das informações que busca com mais velocidade.

Usabilidade e intuitividade

Se as pessoas já não suportam esperar um pouco para ver sua página abrir, imagine se começarem a achar complicado navegar por ela, achar as informações que desejam, entender o significado dos ícones que você escolheu ou dos textos que elaborou.

Ícones são excelente para auxiliar na usabilidade, mas eles têm que ser de fácil entendimento, evite ilustrações que possam ser dúbias e gerar mais confusão do que esclarecimento.

Quanto aos textos, eles são fundamentais na definição da identidade visual de um site. Faça-os curtos, com 2 ou 3 linhas no máximo para cada parágrafo. Use negrito em palavras importantes, títulos e subtítulos claros, além de bullets e listas de tópicos, que facilitam a formação de um esquema mental.

Caso queira criar textos mais longos, use indicações do tipo “saiba mais” ou “veja mais detalhes”, pois assim o usuário saberá que um texto mais longo o aguarda.

Com estas dicas, ao visualizar a página, o leitor a “escaneia” e já tem ideia se o conteúdo o interessa realmente, despertando sua curiosidade.

Estas foram algumas dicas para desenvolver a identidade visual de um site. Mas, no fundo, o mais importante é entender o que é identidade visual: o conjunto de elementos visuais, como cores, símbolos, formas, tipografias e ilustrações, que compõem a comunicação de uma empresa, transmitindo seu posicionamento e diferenciais.

Com esta definição em mente, será muito mais fácil seguir estas dicas e saber quando devem ou não ser relativizadas, em função de características específicas que você quer transparecer em seu site.

E da mesma forma que ao criar logo para empresas o recomendável é contratar um design profissional, adote esta mesma prática ao desenvolver a identidade visual para sites.

Este post foi escrito por Pedro Renan, CMO da We do Logos, founder da Logovia, especialista em Inbound e Marketing de conteúdo.

Comentários

comentário(s)