O mindset ideal para o uso de dados


A demanda crescente pelo uso de dados nas empresas exige cada vez mais capacidade da equipe responsável por essas informações tão valiosas, gerando grandes listas de demandas em espera para serem realizadas. Obviamente que a equipe de dados não ganha capacidade de entrega na mesma velocidade que as ideias são geradas pelas pessoas de toda a empresa, então encontramos nosso primeiro gargalo no uso de dados para a tomada de decisão.

A necessidade por informação e falta destas, pode gerar o que chamamos de base de dados clandestinas, ou seja, quando pessoas da empresa levantam e manipulam dados sem uma fonte segura. Além disso, geralmente esse material é atualizado manualmente o que também impacta na sua consistência, já que a atualização pode estar defasada.

Esse desalinhamento pode gerar discussões em reuniões e para a tomada de decisão, tirando o foco do problema a ser resolvido. Além disso, provoca desconfiança sobre a fonte de dados, impactando em todo o processo de credibilidade e na cultura do uso de dados. Vale ressaltar ainda, que o desalinhamento pode gerar problemas entre equipes e na realização de diversas ações.

É possível trabalhar com dados de forma mais produtiva e efetiva. Primeiramente é preciso ter uma mudança de cultura provendo capacidade para a equipe de dados, acompanhando de um desejo real de toda a empresa em usar dados para a tomada de decisão e por fim, empoderar de verdade as equipes. E você deve estar se perguntando: ok, mas como fazer isso?

O primeiro passo deve ser eliminar todos os impedimentos para o uso de dados, dando acesso a todos da equipe e flexibilizando a utilização. Assim você constrói uma distribuição de informação horizontal propiciando a colaboração e promovendo espaço para ideias vindas de todos.

A grande missão da equipe de dados será muito maior que apenas selecionar bases de informação e formatá-las, será de educar e empoderar as pessoas, as ensinando a trabalharem por conta própria. A equipe deve ser responsável por construir uma base sólida e confiável de dados disponibilizando o conteúdo para que os demais consigam manipular e obter insights, gerando conhecimento que provê a sabedoria para a colaboração produtiva.

 

Morte aos HiPPOS

HiPPOS - de Highest Paid Person’s Opinion

Fonte da imagem: enricdurany.com

Com a mudança do mindset a ideia é acabar com a tomada de decisão baseada na opinião das pessoas que ganham mais, os HiPPOS (acrônimo em inglês de Highest Paid Person’s Opinion), já que com o acesso aos dados todos poderão gerar ideias e debater com maior propriedade a respeito dos assuntos propostos. Além disso, o posicionamento também viabiliza a tomada de decisões rápidas através da autonomia dada às equipes.

É preciso passar a fazer as perguntas certas: o que aconteceu? Por que aconteceu? O que vai acontecer? Como fazer acontecer? Assim, sua equipe poderá Entender o que aconteceu, e por qual motivo, prever o que irá acontecer e como fazer para que isso aconteça. As perguntas mencionadas exigem maturidade da equipe e da organização e ficarão mais fáceis de trabalhar à medida que forem feitas, mas fazem total diferença nos resultados.

Esse conjunto de ações com certeza não é algo simples de implementar, pois atinge não apenas processos como também a cultura organizacional, que é muito mais profunda e difícil de ser alterada. No entanto, é preciso começar se você realmente deseja ter uma empresa produtiva e baseada em dados para a tomada de decisão.

Publicação baseada na palestra de Manoel Lemos, da Redpoint Eventures: Como usar dados para criar uma empresa vencedora, realizada no RD Summit 2016.

 

Caterine Greif

Caterine Greif

Coordenadora de Marketing em KingHost
Entusiasta de Agile Marketing, é formada em Relações Públicas pela PUCRS, possui especialização em Marketing Digital pela ESPM e MBA em Gestão de Projetos pela USP. Com certificação em AdWords e Analytics pelo Google e Inbound Marketing pela Hubspot, possui 10 anos de experiência em comunicação e marketing digital.
Caterine Greif

Comentários

comentário(s)