Qual template para WordPress usar no seu projeto? Veja sugestões de especialistas.


O WordPress pode ser um verdadeiro universo a ser explorado, com diversas funcionalidades, plugins e incontáveis recursos. Ele evolui junto com as principais tecnologias da internet por meio de uma comunidade ativa de desenvolvedores, sendo sinônimo de uma plataforma segura, flexível e fácil de gerenciar.

Com a popularidade em alta e o uso crescente do WordPress, o número de temas desenvolvidos para a plataforma também está maior a cada dia, mas nem todas as opções valem a pena. Muitas vezes o visual de um template pode até ser interessante, mas a forma com a qual o tema foi desenvolvido pode comprometer seriamente a experiência de uso. Ignorar certas características pode levá-lo, entre outros problemas, a utilizar um template que carrega lentamente, não é otimizado para os motores de busca e/ou não proporciona boa navegação em dispositivos móveis.

Por conta disso, nós batemos um papo com alguns especialistas que indicaram sugestões de template para WordPress e locais onde é possível encontrar temas funcionais e bonitos para os seus projetos. Dá só uma olhada:

 

Daniel Kossmann

Daniel Kossmann – Alquimista Digital especialista em WordPress na Spirallab

O universo de temas para o WordPress é muito grande, por isso a minha principal dica, se você for escolher um tema pronto, é: quanto mais específico, melhor. Ou seja, se você está querendo criar um site para um pizzaria, veja se não encontra temas criados especificamente para pizzarias primeiro. Se não encontrar algum que goste, procure por temas para restaurantes. Depois para negócios. E por aí vai. Sempre partindo primeiro do mais específico para o mais genérico.

Há dois motivos principais para se fazer isso. O primeiro é a configuração e manutenção do tema, quanto mais genérico ele for, mais opções e mais complicado vai ser de realizar essas tarefas. O segundo é por conta da velocidade de carregamento, quanto mais específico o tema for, menos itens ele vai carregar, tornando assim o site mais rápido.

Recomendo dar uma olhada nos temas gratuitos criados pela Automattic, lá tem muita coisa legal e uma indicação dessa lista é o Karuna, que é bem versátil, funcionando tanto para blogs quanto para sites mais institucionais. Para quem está procurando um layout de blog bem minimalista, parecido com o Medium, recomendo o Integer, que é, inclusive, o que estou utilizando no meu blog pessoal.

Para quem é desenvolvedor: Underscores, criado pela Automattic; Odin criado pela comunidade brasileira do WordPress; FoundationPress, um ótimo tema base que utiliza o Foundation for Sites 6 como framework front-end.


Mais do que um tema específico, nós acreditamos que é preciso ter um objetivo definido e um levantamento dos requisitos necessários ao projeto, para assim buscar um tema adequado. Por exemplo:

– Definir o conteúdo do site

– Definir como o conteúdo deve ser apresentado

– Qual o tipo de navegação esperado

Tudo isso pode ajudar a ir afunilando as opções, que são milhares, tanto no repositório oficial quanto em lojas.

Além disso, o que sempre orientamos é:
– Observe a data da última atualização

– Observe se atualizações são frequentes

– Veja a qualidade do suporte oferecido

– Dê uma olhada na ferramenta de análise ThemeCheck, se alguém já submeteu o tema para avaliação.


 

Bruno Cambraia

Bruno Cambraia Nunes – UX Designer KingHost

Não é a toa que aproximadamente 30% dos sites existentes utilizam WordPress. Apesar de algumas limitações, nos últimos anos este CMS vem evoluindo em relação a diversos aspectos que influenciam na experiência do usuário, incluindo segurança e acessibilidade, e o mercado de temas e plugins segue essa evolução. Uma das maiores vantagens do WordPress é que, graças a sua flexibilidade e a imensa quantidade de modelos prontos disponíveis, é possível utilizá-lo para validar diferentes modelos de negócio rapidamente.

O ThemeForest, site de temas prontos e personalizáveis da Envato Market, oferece mais de 11 mil opções criadas por diferentes empresas. Porém, minha opinião a respeito da escolha de temas e plugins é que esta nunca deve ser a primeira etapa do processo de construção de um site. E sim a consequência das definições de negócio planejadas anteriormente. Lembrando também que é recomendado sempre observar detalhes como qualificações, compatibilidades e atualizações dos itens comprados.


Você tem algum projeto no WordPress que queira compartilhar com a gente? Deixe nos comentários para que outras pessoas também possam conhecer! Caso ainda não saiba, a KingHost possui também hospedagem voltada especialmente para o WordPress. Clique aqui e conheça os planos de hospedagem WordPress da KingHost..

Ivan Guevara

Ivan Guevara

Analista de Conteúdo em KingHost
Jornalista por formação, especialista em Marketing pela FGV. Movido por música, good vibes e baterias carregadas.
Ivan Guevara

Comentários

comentário(s)