Gestão de Resultados: 5 erros que devem ser evitados


Você sabia que um dos principais desafios atuais a ser vencido pelas empresas tem sido a busca pela excelência na gestão de resultados e performance?

E tem dados que sustentam isso. Segundo pesquisa feita pelo Sebrae, 23% das empresas brasileiras de pequeno e médio porte acabam fechando as portas antes de completar dois anos de mercado. Um dos principais motivos é, justamente, a ausência de foco na gestão de resultados e performance, sobretudo em situações de crise.

“O desenvolvimento pessoal dos colaboradores e as metas das empresas precisam estar juntos, em crescimento e evolução constante”, pontua a gerente de marketing e produtos da KingHost, Lívia Lampert.

Aproveitamos que o assunto foi debatido no Webinar “Gestão de Performance – Invista Nesta Cultura e batemos um papo com Lívia sobre o tema. Abaixo, ela cita outros pontos que devem ser evitados e que afetam diretamente na gestão de resultados e performance de uma empresa. Olha só:

1 Não ter clareza em onde se quer chegar

Uma gestão de resultados de alta performance é constituída na sua base por um time altamente motivado e que consegue direcionar seus esforços para alcançar seus objetivos. O quanto estão claros para você e para o seu time os objetivos de curto, médio e longo prazo do seu negócio? São os clientes que você quer conquistar, como você quer que sua marca seja reconhecida, a abrangência de atuação que você quer alcançar, o propósito de todos estarem fazendo o que estão fazendo.

Quando todos no time têm clareza dos objetivos e de para onde a empresa deseja caminhar, maior será o seu sentimento de pertencimento e por consequência a sua motivação. Conhecer os objetivos à frente também fomenta a confiança e a segurança para ser mais assertivo na gestão do tempo e do que é prioridade ser feito, evitando tempo investido em tarefas que desviam o foco.

2 Subestimar o longo prazo

Uma empresa em crescimento acelerado é desafiada pela limitação de recursos de seu momento (pessoas, fluxo de caixa, espaço físico, infraestrutura de tecnologia) frente a uma demanda em constante ascensão. E para suprir essa demanda que pressiona gestores na tomada de decisões, corremos o risco de optar por escolhas que suprem nossa necessidade no curto prazo, mas que nem sempre levam em consideração o longo prazo.

Por exemplo: se você pretende nos próximos 2 anos dobrar de tamanho para atender a clientes em todo país, opte por um espaço físico que, ou te permita crescer até o tamanho que você deseja, ou tenha flexibilidade suficiente para você se mudar para um espaço maior com o melhor reaproveitamento do que você já tiver até lá (locar ao invés de investir na compra; ter móveis que não sejam necessariamente feitos sob medida e que podem ser aproveitados em diferentes espaços, por exemplo).

O mesmo vale para investimentos em tecnologia: tenha os recursos que cabem no seu fluxo de caixa no momento, mas avalie e invista naqueles que suporte seu crescimento desejado, possibilitando flexibilidade e upgrade futuro (de espaço para armazenamento, de processamento para recursos mais robustos, entre outros).

3 Não dar a devida importância ao acompanhamento de indicadores

Como você poderá afirmar que sua empresa é ou será bem sucedida nos seus objetivos? Sabendo quais indicadores significam sucesso e alta performance para você. Diferentes negócios avaliam sua performance por diferentes perspectivas: satisfação de clientes, capacidade de geração de caixa, receita em vendas, tamanho da carteira de clientes, satisfação dos seus colaboradores. Escolha os mais importantes para você e acompanhe-os de forma recorrente.

O acompanhamento dos indicadores permite a você tomar decisões baseadas em fatos (e não em percepções), tornando o trabalho mais assertivo. Com a experiência, o acompanhamento de indicadores também vai ajudá-lo a identificar tendências e agir de forma preventiva em eventos com potencial de desaceleração do crescimento.

4 Tratar os erros apenas como erros

Se você não cometer erros, ou você tem um bocado e tanto de sorte, ou quem sabe não está arriscando o suficiente. Empresas que inovam e crescem cometem erros todos os dias (mesmo as mais cercadas de análises de dados), mas cabe ao seu negócio decidir como tratá-los.

Você pode punir quem errou, ou abrir mão de correr riscos, mas também pode refletir e compartilhar o que se aprendeu com aquele erro. Tratando os erros por seus aprendizados, você pode aumentar a inteligência coletiva da sua empresa, buscar soluções que não só apaguem incêndios, mas que não gerem mais a faísca. Para isso, pense em tudo o que aconteceu, quais atitudes ou processos levaram à falha e o que pode ser melhorado.

Compartilhando o que você aprendeu, menos pessoas no seu time tenderão a cometer o mesmo erro, menos retrabalho será necessário, e maior será a performance da sua empresa.

Vale reforçar que, além dos tópicos destacados acima, há outro ponto com o qual as empresas devem atentar: o de estarem preparadas com uma infraestrutura online sólida e eficiente para receber e atender os potenciais consumidores.

5 Você já pensou em rever sua hospedagem?

A IDC Brasil fez uma pesquisa e o resultado apontou o crescimento do mercado de Cloud em 20% em 2017. Ainda que há alguns anos as principais responsáveis pelo olhar de desconfiança sobre o Cloud fossem questões ligadas à sua segurança, atualmente a falta de conhecimento sobre a tecnologia tomou a frente das preocupações.

Entre os pontos fortes da tecnologia Cloud estão: a inovação, o menor custo, a flexibilidade, a confiabilidade e a comunicação. Inclusive, convido você a saber mais sobre esse assunto e entender como pode utilizar para acelerar o crescimento do seu negócio – aproveitando os benefícios citados acima.

Preparamos um eBook explicando O que é Cloud e suas vantagens, no qual você vai ficar por dentro de todos os benefícios que a tecnologia pode levar para os negócios. Pontos importantes como:

  • Os principais desafios dessa tecnologia.
  • Como é a segurança no Cloud.
  • O que é a Hospedagem de Cloud Gerenciado.
  • Quais as vantagens do Cloud Gerenciado.
  • Como descobrir se está na hora de você migrar para o Cloud!

Clique na imagem e faça o download do eBook.

Se você ficar com alguma dúvida sobre gestão de resultados, pode ficar à vontade pra deixar aqui nos comentários, ok? Vamos adorar responder e ajudar você a alcançar o sucesso do seu projeto. Conte com a gente. Ah, depois nos conta o que achou do eBook também 😉 e sobre quais outros assuntos você gostaria de ver por aqui no nosso Blog.

Ivan Guevara

Ivan Guevara

Analista de Conteúdo em KingHost
Jornalista por formação, especialista em Marketing pela FGV. Movido por música, good vibes e baterias carregadas.
Ivan Guevara

Comentários

comentário(s)