SPAM: nova solução para evitá-los


Lançamos oficialmente – somente para clientes – uma solução de desenvolvimento próprio de combate ao spam, o Spaminator. A ferramenta, que substitui a usada anteriormente na filtragem de mensagens indesejadas, traz 10% mais assertividade e outras vantagens aos clientes como filtragem mais precisa, segurança de dados, proporcionando uma rotina mais produtiva, sem que os usuários percam emails importantes em meio a spams.

De acordo com um estudo da empresa de segurança Kaspersky Lab, o Brasil está na lista dos países com mais atividades de spam. Os dados coletados pelo estudo mostram que a quantidade média de spam aumentou para 58,02% no segundo semestre de 2017. Para se ter uma ideia, filtramos, por dia, mais de 1.8 milhão de mensagens indesejadas.

Com o novo serviço, o tráfego de emails é redirecionado para os nossos servidores, que aplicam os filtros contra mensagens enviadas sem autorização e eliminam todos os emails indesejados de forma automática.

Vale reforçar que a migração do antispam usado anteriormente para a nova solução será feita integralmente pelo nosso time. Ou seja, quem utiliza os nossos DNS, não precisará se preocupar com absolutamente nada. A alteração também não terá custo adicional.

O que NÃO muda:

  •  Os benefícios do antispam usado anteriormente continuam, com a vantagem do aumento da filtragem
  •  A alteração não agregará nenhum custo adicional aos clientes.

Riscos de não ativar seu antispam

  • Vírus de computador
  • Roubo de senhas
  • Spam
  • Roubo de dados e identidade

Quer saber mais sobre como bater o spam e boas práticas para evitá-lo? Clique aqui e confira este outro material em nosso Blog.

Resumo
SPAM: nova solução para evitá-los
Nome do Artigo
SPAM: nova solução para evitá-los
Descrição
Conheça a nova solução da KingHost para combater spam, o Spaminator.
Autor
Nome
KingHost
Logo
Ivan Guevara

Ivan Guevara

Analista de Conteúdo em KingHost
Jornalista por formação, especialista em Marketing pela FGV. Movido por música, good vibes e baterias carregadas.
Ivan Guevara

Comentários

comentário(s)