Um Papo Sobre Framework PHP


Mês passado o PHP comemorou 23 anos e fizemos uma série de posts especiais sobre uma das linguagens mais usadas no mundo. Durante as semanas em que produzimos materiais, acabamos batendo um papo com os DEVs aqui da KingHost sobre framework PHP e resolvemos fazer um compilado dos principais destaques.

Vem comigo neste bate-papo descobrir qual framework PHP foi o mais citado entre os devs. Quais seus palpites?

Daniel Archer – Analista de Desenvolvimento

Há uma experiência legal que passou com um determinado Framework PHP e que gostaria de compartilhar?

Sim, em uma antiga empresa, tínhamos diversos módulos do sistema da Intranet separados por pastas e todos os arquivos acessados diretamente. Devido a isso, todo login era refeito em cada modulo e o gerenciamento era todo fragmentado.

Para centralização e padronização utilizamos o Slim Framework. Esse é um framework focado em resolver o problema de roteamento de uma aplicação. Com o Slim foi possível adicionar novos módulos com uma mesma configuração e fazer a migração paralela entre novas versões conforme elas estavam em desenvolvimento.

Quais foram as dificuldades que você teve e como encontrou a solução neste framework?

Entre as dificuldades, uma foi justamente a questão de ACL, para controle de quais usuários tinham acesso a quais funcionalidades. Mas uma vez que toda requisição era segmentada em GET/POST/PUT/DELETE foi mais fácil adicionar essa granularidade ao sistema, já que são rotas totalmente separadas.

Com o Slim com muito fácil resolver esse problema e criar um sistema de ACL completo.

E hoje, qual sua visão em geral deste framework? (ainda usa?)

O Slim tem se mostrado bem maduro, se atualizando constantemente às novas mudanças e adições de PSRs. Acho que é um micro-framework muito util e simples de lidar. Mas é necessária cautela, pois toda arquitetura depende do desenvolvedor.

Felipe Abreu – Analista de Desenvolvimento

Há uma experiência legal que passou com um determinado Framework PHP e que gostaria de compartilhar?

Utilizei o CakePHP há alguns anos, na época em que os frameworks PHP seguiam uma linha um pouco mais elaborada, na qual tínhamos CakePHP e Zend 1 como referência. Este seguia uma linha bastante inspirada no Rails, o framework MVC que fez a linguagem Ruby ganhar notoriedade.

Algo que chamou bastante a atenção para este FW foi a ferramenta intitulada “Bake” que, seguindo a mesma linha do Ruby on Rails, permite que com alguns comandos sejam magicamente criados arquivos necessários para o CRUD de alguma “entidade” (lendo direto a estrutura pré-existente no BD para definir toda a estrutura MVC).

Muitos outros FW posteriormente implementaram também este tipo de criador de arquivos, mas este era um dos maiores diferenciais deste quando surgiu.

Minha escolha na época se deu pela agilidade e facilidade de se colocar algo no ar muito rápido (mesma proposta do Ruby on Rails).

O framework automatizava bastante coisa com uma interface bastante simples, de fácil compreensão, e um curva de aprendizado incomum para a época (a maioria dos FW tinham uma curva de aprendizado bem maior se comparado a este). Talvez a questão de curva de aprendizado seja algo que sempre chamou a atenção no CakePHP.

E hoje, qual sua visão em geral deste framework? (ainda usa?)

Hoje o CakePHP ainda segue uma linha semelhante de quando foi criado e ainda pode ser considerado um FW bastante completo e que supre praticamente qualquer necessidade comum a maioria das aplicações WEB.

Talvez por isso não seja tão recomendado para aplicações mais simples, que não tem a necessidade de uma estrutura grande (pode talvez ser considerado uma “bazuca para matar uma mosca” dependendo do problema – coisa que muito repetimos para a maioria dos FW que surgiram na mesma época).

Mas embora ainda tenha uma estrutura muito robusta e com soluções mágicas, muitas vezes desnecessária, pode continuar sendo considerado um FW relativamente simples de se entender, e a curva de aprendizado continua semelhante a sua origem.

Jerônimo – Coordenador de Desenvolvimento

Quais foram as dificuldades que você teve e como encontrou a solução neste framework?

Aqui na KingHost já experimentamos diversos frameworks disponíveis na linguagem PHP. Todos eles trouxeram experiências importantes e muito aprendizado.

Entretanto, destaco como experiência de muito sucesso a utilização do Slim. Este framework pequeno e simples cobriu muito do que era exigido em nossos projetos, bem como adiciona pouco código ao runtime, o que torna a experiência de uso dos sistemas mais rápida.

Além disso, a sua baixa complexidade torna a manutenção dos sistemas mais facilitada, pois o código resultante é também bem menor.

Não há dificuldades relativas a sua utilização, mas é útil destacar que como ele é um microframework, não provê toda a funcionalidade de um fullstack, o que nos leva a importar outras bibliotecas para cumprir estas funções.

Isso, a meu ver, é até melhor, pois nos permite escolher as melhores bibliotecas, cada uma para um problema, assim como se fazia “antigamente” em C, ou em outras linguagens. O código resultante não depende exclusivamente de um mantenedor, e podemos “tunar” o código com a utilização das bibliotecas mais adequadas, o que nos leva a código melhor e mais rápido.

Guilherme Mallmann – Analista de Desenvolvimento

Quais foram as dificuldades que você teve e como encontrou a solução neste framework?

Não foi exatamente uma dificuldade, mas acho que se encaixa nesta pergunta. Eu estava começando a estudar mais afundo PHP quando apareceu um cliente para o qual eu deveria desenvolver um sistema.

Um colega me indicou desenvolver com o Phalcon, pois é um framework fácil de aprender e rápido por ser desenvolvido em C e roda como uma extensão do PHP.

Comparando com o único framework que eu tinha desenvolvido na época (Zend) é muito mais simples, a ORM é muito mais tranquila de trabalhar, sem a necessidade de mapear toda tabela, todo campo da tabela.

Hoje, qual sua visão em geral deste framework? (ainda usa?)

Só melhorou. A cada necessidade nova que eu tinha eu via que a documentação do Phalcon já tinha a resposta. Tu podes utilizá-lo tanto como um fullStack como um micro-framework e independente do tamanho da aplicação, dá para ter uma aplicação otimizada, rápida e de fácil leitura de código com Phalcon.

Matheus Schmitz – Analista de Desenvolvimento

Há uma experiência legal que passou com um determinado Framework PHP e que gostaria de compartilhar?

Utilizo bastante o Phalcon, framework PHP, mas escrito utilizando Zephir, que acaba compilado e é utilizado como uma biblioteca do PHP. Existem algumas vantagens e desvantagens quanto ao uso dele, a maior vantagem é o quesito performance, pois o fato de ser compilado o torna extremamente performático e com menor overhead.

Outro ponto positivo é a curva de aprendizado, que é bem baixa se comparada a outros frameworks. Como ponto negativos podemos destacar justamente o fato de ser compilado e as suas correções precisarem ser feitas em outra linguagem.

Quais foram as dificuldades que você teve e como encontrou a solução neste framework?

O maior desafio para utilização dele talvez seja essa característica de instalação e o uso, pois gera certo receio. No início de sua adoção havia uma certa desconfiança caso houvesse necessidade de colocar a mão diretamente no código do framework, o que não aconteceu. Em nenhum momento encontramos problemas com a implementação do Phalcon e tudo correu conforme o planejado.

E hoje, qual sua visão em geral deste framework? (ainda usa?)

Atualmente, uma parte dos nossos serviços e sistemas roda com Phalcon e possuem bons índices de performance. O framework segue evoluindo constantemente, ganhou uma versão LTS, tem suporte a versões mais atuais do PHP e é cada vez mais utilizado. Em projetos pessoais, sempre que necessário o uso de algum framework, opto pelo uso do Phalcon, que possui também uma versão micro, ideal para pequenas aplicações.

E aí, pessoal, concordam com nossos DEVs? O nosso placar foi: Slim citado 2x, assim como Phalcon. Já o Cake PHP, apenas uma vez!

Conta pra gente nos comentários qual sua experiência mais legal utilizando um framework PHP.

Fique ligado no LAB, o Blog da KingHost para mais conteúdos sobre PHP!

Resumo
Um Papo Sobre Framework PHP
Nome do Artigo
Um Papo Sobre Framework PHP
Descrição
Veja um bate papo feito com os DEVs da KingHost sobre Framework PHP. Quais dificuldades e aprendizados tidos com estas ferramentas.
Autor
Nome
KingHost
Logo

Jean Chagas

Analista de Suporte em KingHost
Estudante de desenvolvimento, apreciador de games e singelo consumidor de Netflix.

Últimos posts por Jean Chagas (exibir todos)

Comentários

comentário(s)